sábado, 30 de julho de 2016

Avaliação Nacional da Alfabetização acontece de 15 a 25 novembro
Prova aplicada aos alunos do 3º. ano do ensino fundamental mede conhecimentos de leitura, escrita e matemática e orienta estratégias educacionais do MEC

A Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) será aplicada entre 14 e 25 de novembro aos alunos do terceiro ano do ensino fundamental de todas as escolas brasileiras. O exame, realizado pelo Ministério da Educação (MEC), mede as habilidades de leitura, escrita e matemática dos estudantes. Na edição do ano passado, cerca de 2,3 milhões de estudantes de 49.000 escolas públicas foram avaliados.

Segundo edital publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial da União, no primeiro dia devem acontecer os exames de leitura, com uma hora de duração, e de escrita, com 30 minutos de duração. No segundo dia, os estudantes fazem os testes de matemática, com uma hora de duração. A partir de 1 de agosto, as escolas serão contatadas para que as provas sejam agendadas.

Os resultados preliminares poderão ser acessados pelos diretores das escolas em maio de 2017, por meio de sistema do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O relatório com todos os dados deve ser disponibilizado até dezembro do ano que vem.

“Resultados inquietantes”

No ano passado, o MEC afirmou que alguns resultados da avaliação eram “inquietantes”. Segundo os indicadores de 2014, divulgados em 2015, uma em cada cinco crianças de oito anos não consegue ler uma frase inteira – idade em que os estudantes deveriam estar plenamente alfabetizados. Além disso, mais da metade dos alunos só é capaz de encontrar uma informação no texto se ela estiver na primeira linha e, se precisarem redigir um texto, um em cada três crianças produz frases ilegíveis, com troca ou omissão de letras nas palavras.

Em matemática, 57% dos estudantes não é capaz de solucionar questões com números miores de 20 ou ler as horas em relógio de ponteiros.

A ANA foi criada com o Pacto Nacional da Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), lançado pela presidente Dilma Rousseff em 2012. Os indicadores de 2014 foram semelhantes aos números de 2013, primeiro ano em que a avaliação foi feita. Na época, o MEC não divulgou oficialmente os dados da edição por considerá-los apenas um diagnóstico inicial.

Os testes de matemática e português são compostos por 20 itens cada. Em língua portuguesa, o exame tem 17 perguntas de múltipla escolha e três exercícios de produção escrita. Em matemática, os estudantes respondem a 20 perguntas de múltipla escolha.


A ANA também é formada por questionários em que os professores avaliam condições de infraestrutura, formação de professores, gestão da unidade escolar e organização do trabalho pedagógico. Os resultados são usados pelo MEC para estabelecer novas estratégias educacionais para o ciclo de alfabetização que vai do primeiro ao terceiro ano do ensino fundamental.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

HOJE NA ASSEMBLEIA



ASPROLF – Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas realizou na tarde desta quinta-feira (28), mais uma assembleia geral extraordinária. Na oportunidade foi distribuído o jornal do ASPROLF, edição nº 36 com uma nova aparência resultado de um projeto gráfico e diagramação, feitos pela diretoria de imprensa do ASPROLF, sem falar na escolha minuciosa, dos temas abordados no jornal, que deram subsídio as discussões na assembleia.


Com um debate muito concorrido, os participantes trataram dos seguintes temas:

1.Eleição para diretor;

2.Processos em atraso;

3.Processos administrativos;

4. O não pagamento do décimo terceiro salário 

6. Foi comentado o excelente resultado dos investimentos do ASPROLF no Primeiro Simpósio: 

PALAVRAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL: UM DIÁLOGO COM A EXPERIÊNCIA


Foi aprovado:

a)  A participação da categoria na festa de 54 anos de emancipação política de Lauro de Freitas, dia 31 de julho, na ala de protesto. Com concentração no posto. E a já tradicional feijoada na sede do sindicato após o desfile.

b) Debate com os prefeituáveis, com carta compromisso garantindo o direito da eleição para gestores. 










terça-feira, 26 de julho de 2016

ASSEMBLEIA

ASPROLF - Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas convoca os profissionais da educação escolar para assembleia geral extraordinária, que acontecerá, 28 de julho (quinta-feira), às 14h, na AFPEB.


PRESTAÇÃO de CONTAS



quarta-feira, 20 de julho de 2016

I SIMPÓSIO, PALAVRAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL,UM DIÁLOGO COM A EXPERIENCIA



Jorge Garrido

Pessoal, esse foi um mega super evento
Desses que aguardamos ansiosamente 
Que queremos ver e vimos acontecer mesmo
Uma coisa muito boa verdadeiramente
Um espetáculo que nós merecemos
Agora vamos apresentar detalhadamente
Maria Carmem, veio com Política Pública
Mariene com todo seu forte empoderamento
Sidney Macedo, Currículo foi seu tema
Foi muito rica a construção do conhecimento
Ladjane com reflexões sobre as experiencias locais
Deu sequencia a esse maravilhoso momento
Nadjara com o Projeto de Cabelos e Turbantes
Cristiane com o Projeto do Empolgamento Feminino
Fátima contribuiu com o Dr Djalma Ramos e Riachão
Cada qual dando sua colaboração, quase um mimo
Bem assim que nasceu um grande projeto pedagógico
Um Maravilhoso Evento é assim que eu o defino
A equipe foi apresentada, muito boa por sinal
Tudo que aqui ocorreeu, conseguimos desfrutar
Pessoal vamos falar sobre educação infantil
Pensem bem a maravilha que conseguiram realizar
Tratar do que há de melhor, a base de tudo
O que se fez nessa fase, todo o resto pôde determinar
Atenção, muita atenção, isso tivemos todos
Assim tivemos importantes e fabulosos aprendizados
Saimos com outro perfil depois desse I Simpósio
Estamos certamente muito mais qualificados 
Essa foi uma oportunidade que tivemos de aprender
Todos os participantes foram sim, bem beneficiados
Então digo com felicidade e carinho
Tudo aqui foi feito com intensidade
Sabemos que houve uma boa semeadura
Que possamos colher o melhor da oportunidade
Para que na sala de aula o reflexo se note
É nossa esperança de coração, com verdade
O ASPROLF e cada pessoa envolvida 
Quem participou dessa organização
Presenciou o grabde sucesso que foi o evento
Que tem como meta melhorar a EDUCAÇÃO

terça-feira, 12 de julho de 2016


Nos do ASPROLF, recebemos a informação:

Que a merenda escolar, apesar do atraso do fornecedor, já está normalizada.  

DENÚNCIAS LEVAM COORDENADORES DO ASPROLF À CENTRAL DA MERENDA



Hoje, pela manhã, os Coordenadores Cleber e Garrido, foram à Central da Merenda para apurar denúncias com relação a falta de merenda na tarde de segunda feira, dia 11 de julho.
De acordo com a Coordenadora da Merenda Escolar, a nutricionista Cadja, houve um problema na entrega dos produtos pelo fornecedor.
Eram 11 horas da manhã dessa terça feira, dia 12 de julho, e os fornecedores estavam para chegar, o atraso hoje se devia ao fato do caminhão está preso na Via Expresso, por conta de uma manifestação que estava ocorrendo nesse local.
Saímos da Central e ainda não havia chegado o caminhão dos fornecedores.

O ASPROLF, está atento ao que ocorre na educação municipal.